Ir para conteúdo

Em Brasília, Uvebs se mobiliza pela liberação dos cruzeiros marítimos

Vereadores também estão em tratativas em prol da implantação de uma ligação seca entre Santos e Guarujá

Uma comitiva da União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs) está em Brasília, durante essa semana, para tratar de assuntos de interesse da Região. Um dos temas é a liberação da temporada de cruzeiros marítimos (2021/2022) em toda a costa brasileira. O início das viagens está suspenso pela Anvisa, que alega não ser possível autorizar a circulação de cruzeiros, devido ao avanço da variante delta. 

Nesta quinta-feira, dia 30, o colegiado esteve reunido com os membros da Comissão de Turismo da Câmara Federal, os deputados Bacelar (Pode/BA) e Roberto de Lucena (Pode/SP). Durante o encontro, os vereadores ressaltaram a importância desta atividade turística, especialmente para economia da Baixada Santista, afinal o Porto de Santos é o principal local para embarque de passageiros no País. Para se ter uma ideia, a previsão era de que, nos próximos meses, 237 mil turistas embarcassem no local.

“É importante ressaltar que as operadoras de cruzeiros estão há quase dois anos sem poder operar no Brasil. Trata-se de um prejuízo de cerca de R$ 2,5 bilhões à economia nacional. Além disso, deixamos de gerar 35 mil postos de trabalho, o que é inadmissível nesta época de crise que estamos vivendo”, destacou o presidente da Uvebs, vereador Roberto Andrade e Silva, o Betinho (PSDB/Praia Grande).

Os vereadores defendem que a temporada ocorra de forma segura, mediante protocolos rígidos de segurança a serem elaborados por especialistas, e que prevejam desde apresentação de RT-PCR negativo para Covid-19 a certificado de vacinação completa, concluída há pelo menos 15 dias, além de medidas de distanciamento e higienização. “Estamos confiantes que, com o apoio da Comissão de Turismo, a Anvisa possa rever seu posicionamento”, disse.

Vereadores contaram com apoio da deputada federal Rosana Valle

LIGAÇÃO SECA

Na quarta-feira, dia 29, os vereadores entregaram ao Governo Federal as moções de apoio à construção do túnel submerso como ligação seca entre Santos e Guarujá. Representantes da Baixada Santista, com apoio da deputada federal Rosana Valle (PSB/SP) e da campanha Vou de Túnel foram recebidos pelo secretário Nacional de Portos, Diogo Piloni.

Durante o encontro, foi informado que há interesse em incluir a obra no projeto de desestatização do Porto de Santos. Uma consulta pública será aberta até o início de novembro para tratar deste tema. “O túnel é a opção mais viável tecnicamente para fazer a ligação seca sem prejudicar o desenvolvimento do porto e nem a instalação do aeroporto, que está em estudo”, finalizou Betinho.

Categorias

Uncategorized

Christiane Disconsi Ver tudo

Christiane Disconsi é jornalista, cientista política, pós-graduada em Marketing Digital e beer sommelière, certificada pelo Senac. Tem passagem como editora-chefe de jornal impresso e sólida experiência em PR, com destaque para a área política/governamental.

%d blogueiros gostam disto: