Ir para conteúdo

Saúde da Mulher será de tema de Audiência Pública Metropolitana

Medidas para tratamento e prevenção da endometriose estão entre os assuntos que serão debatidos no evento, em março, o mês da mulher

A União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs) promoverá uma Audiência Pública Metropolitana com o tema Saúde da Mulher. O evento, marcado para março, reunirá vereadores, secretários municipais e representantes do Estado, com a finalidade de conhecer toda a oferta de serviços voltados ao público feminino, com foco principal, entre outras necessidades, no tratamento e prevenção da endometriose. A decisão foi tomada durante o “1º Encontro das Vereadoras da Baixada Santista”, realizado na manhã desta sexta-feira, dia 29, na Câmara Municipal de Santos.

No evento, conduzido pela vice-presidente da Uvebs, vereadora Audrey Kleys (Progressistas/Santos), também ficou definido que outras edições do “Encontro das Vereadoras” ocorrerão mensalmente e de forma itinerante, para contemplar todas as Câmaras da Baixada. A finalidade das reuniões é integrar parlamentares das nove cidades da região — mesmo aquelas onde não há mulheres eleitas —, com o objetivo de trocar vivências e compartilhar soluções comuns aos municípios. “Nosso grupo será uma caixa de experiências e soluções. O objetivo é ouvir o que está acontecendo em uma cidade e que pode ser bom em outra. Vamos encontrar soluções conjuntas”, destacou a parlamentar.

Seguindo esta linha, a parlamentar apresentou o que chamou de ‘cases de sucesso’, projetos implantados em Santos e que podem ser aproveitados em outras cidades da Região. “Demos exemplos de iniciativas de Santos, como forma de abrir este canal para que soluções de outros municípios também possam ser adotadas de forma metropolitana e em diferentes frentes, não somente em políticas públicas para a mulher”

Temas Metropolitanos

Além do tratamento e prevenção da endometriose, tema que despertou o interesse na realização da Audiência Pública Metropolitana, outros assuntos foram apresentados como iniciativas de interesse regional, como o Plano Municipal de Políticas para as Mulheres; Justiça Restaurativa; Unidade Móvel de Leite Humano; Lei Respeitar e Santos Jovem Doutor. “Todos estes são considerados exemplos para a construção de projetos similares, que podem trazer inúmeros benefícios à população, principalmente a feminina, que foi o foco desta primeira reunião”, destacou Audrey.

Mulheres Vereadoras

O número de mulheres eleitas este ano nas câmaras municipais da Baixada Santista aumentou 70% em relação ao pleito de 2016 — saltando de sete para 12. Este crescimento refletiu na composição da diretoria da União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs), onde as elas ocupam cinco dos 12 cargos executivos da Diretoria. O dado representa um recorde histórico no colegiado, que completou dez anos de existência em 2020. Enquanto na Região, as mulheres representam menos de 9% dos 136 vereadores, na entidade, a força feminina está presente em 40% dos cargos mais altos.

As vereadoras que compõem a nova diretoria da Uvebs são: Audrey Kleys (vice-presidente, Progressistas/Santos); Sirana (2ª vice-presidente, PTB/Guarujá); Renata Zabeu (2ª Secretária e membro do Conselho Consultivo, especialista em direito da criança e do adolescente, DEM/Praia Grande), Jaque Barbosa  (diretora de Comunicação, PSD, Cubatão); e Renata Barreira (diretora de Defesa dos Interesses da Mulher, PSDB/Bertioga). 

Santos e Praia Grande são as cidades que elegeram o maior número absoluto de mulheres para o Legislativo: três cada. Bertioga (2), Peruíbe (2), Cubatão (1) e Guarujá (1) também contam com cadeiras femininas. Apenas Itanhaém, Mongaguá e São Vicente não elegeram mulheres. De acordo com dados do TSE, nas câmaras dos 5570 municípios do Brasil, o percentual de mulheres vereadoras chega a 16%.

UVEBS

Criada em 2010 para congregar os vereadores das nove cidades da Baixada Santista — Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Peruíbe, Santos, São Vicente — a União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs) representa os 136 vereadores, que atuam pela Região — localizada no Litoral de São Paulo — com mais de 1,8 milhão de habitantes.

O grupo visa fortalecer os municípios de forma metropolitana e trazer soluções a questões comuns às cidades, por meio de interlocução política, inclusive com outros entes dos poderes Estadual e Federal.

Categorias

Uncategorized

Christiane Disconsi Ver tudo

Christiane Disconsi é jornalista, cientista política, pós-graduada em Marketing Digital e beer sommelière, certificada pelo Senac. Tem passagem como editora-chefe de jornal impresso e sólida experiência em PR, com destaque para a área política/governamental.

%d blogueiros gostam disto: