Ir para conteúdo

Uvebs tem participação feminina recorde em 2021

Mulheres ocupam cinco dos 12 cargos executivos da Diretoria do colegiado

O número de mulheres eleitas este ano nas câmaras municipais da Baixada Santista aumentou 70% em relação ao pleito de 2016 — saltando de sete para 12. Este crescimento refletiu na composição da diretoria da União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs), onde as elas ocupam cinco dos 12 cargos executivos da Diretoria. O dado representa um recorde histórico no colegiado, que completou dez anos de existência em 2020. Enquanto na Região, as mulheres representam menos de 9% dos 136 vereadores, na entidade, a força feminina está presente em 40% dos cargos mais altos.

As vereadoras que compõem a nova diretoria da Uvebs são: Audrey Kleys (vice-presidente, Progressistas/Santos); Sirana (2ª vice-presidente, PTB/Guarujá); Renata Zabeu (2ª Secretária e membro do Conselho Consultivo, especialista em direito da criança e do adolescente, DEM/Praia Grande), Jaque Barbosa  (diretora de Comunicação, PSD, Cubatão); e Renata Barreira (diretora de Defesa dos Interesses da Mulher, PSDB/Bertioga). 

Para o presidente da entidade, vereador Roberto Andrade e Silva, o Betinho, apesar da representatividade ser de 9% na Região, o colegiado teve bom senso e equilíbrio ao montar a diretoria, contemplando a forte participação feminina. “Isto fortalece a entidade, pelo fato das mulheres terem uma percepção maior da sociedade e de seus desafios, agindo com sensibilidade e determinação. Além disso, elas representam a maioria da população da Baixada, que é feminina. Estou muito confiante e empolgado com a contribuição que elas trarão a este mandato”, disse.

A vice-presidente Audrey Kleys está no segundo mandato como vereadora e participa da Uvebs desde 2018. Para ela, o maior benefício da inclusão feminina é a soma de habilidades e a união em prol da Baixada. “A maior participação das mulheres transforma tudo e todos. Somaremos ainda mais os saberes e experiências. Política se faz com escuta, persistência e paciência, características que reunimos e trabalhamos no cotidiano. Temos especificidades do universo feminino que ainda precisam ser exploradas na política. Quando cuidamos de uma mulher, zelamos por toda uma sociedade. Mulheres e homens lado a lado em todos os espaços”, comentou.

A estreante Renata Zabeu está no primeiro mandato como vereadora e já faz parte da diretoria da Uvebs. “O lugar da mulher é onde ela quiser. Esse aumento na participação representa a força da mulher, não só na política, mas em todas as áreas da sociedade. Como membro da Uvebs, quero auxiliar na causa da criança e do adolescente. Já atuei como conselheira tutelar e acredito em um trabalho metropolitano nesta área”, finalizou. 

Cenário da Mulher

Santos e Praia Grande são as cidades que elegeram o maior número absoluto de mulheres para o Legislativo: três cada. Bertioga (2), Peruíbe (2), Cubatão (1) e Guarujá (1) também contam com cadeiras femininas. Apenas Itanhaém, Mongaguá e São Vicente não elegeram mulheres. De acordo com dados do TSE, nas câmaras dos 5570 municípios do Brasil, o percentual de mulheres vereadoras chega a 16%.

UVEBS

Criada em 2010 para congregar os vereadores das nove cidades da Baixada Santista — Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, Peruíbe, Santos, São Vicente — a União dos Vereadores da Baixada Santista (Uvebs) representa os 136 vereadores, que atuam pela Região — localizada no Litoral de São Paulo — com mais de 1,8 milhão de habitantes.

O grupo visa fortalecer os municípios de forma metropolitana e trazer soluções a questões comuns às cidades, por meio de interlocução política, inclusive com outros entes dos poderes Estadual e Federal.

Categorias

Uncategorized

Christiane Disconsi Ver tudo

Christiane Disconsi é jornalista, cientista política, pós-graduada em Marketing Digital e beer sommelière, certificada pelo Senac. Tem passagem como editora-chefe de jornal impresso e sólida experiência em PR, com destaque para a área política/governamental.

%d blogueiros gostam disto: